E aí como é que tá sô?! Tá querendo saber a diferença entre dropshipping e o mercado de afiliados? Então vem comigo que eu vou te contar!

Quando se trata de e-commerce, a maioria dos empreendedores se enquadra em duas categorias principais: dropshipping ou afiliado. Em suma, o dropshipping é quando o fornecedor se encarrega do produto e o envia ao cliente em seu nome ou da sua loja. No dropshipping é possível que você defina seus próprios preços de produtos, sendo também o responsável pelo marketing.

Da forma bem parecida, no marketing de afiliados, o gerenciamento do estoque e o envio de produtos fica por conta da marca responsável pelo programa de afiliados. No entanto, há uma diferença crucial: enquanto vendedor, você não pode alterar o valor do produto, pois recebe apenas uma comissão a cada venda realizada.

Embora o dropshipping e o marketing de afiliados tenham muitas diferenças, eles também têm algumas semelhanças, como por exemplo o fato de que ambos permitem que você inicie um negócio sem exigir estoque físico ou enviar mercadorias, ambos têm alto potencial de ganho e riscos relativamente baixos, além de que, ambos também exigem conjuntos de habilidades semelhantes, como a capacidade de criar anúncios, direcionar tráfego para uma página de destino e outras habilidades de marketing.

Há uma diferença de escala

Por mais que os dois modelos de negócios consideram-se ter um baixo risco financeiro, o dropshipping pode ser um empreendimento um pouco mais escalável do que o marketing de afiliados. Além disso, embora seja verdade que os programas de afiliados também eliminem a necessidade de estoques físicos, a forma de pagamento dos dois modelos é bem diferente.

Muitas das vezes o que acontece em vários empreendimentos de marketing de afiliados é que há um número mínimo de vendas, ou seja, uma meta a ser atingida antes que você possa receber o dinheiro que lucrou. Isso não acontece com as empresas que fazem dropshipping, devido ao fato de que elas recebem o valor integral da compra.

Agora, um dos pontos positivos mais fortes do marketing de afiliados é que os custos para começar a vender dentro desse modelo de negócios costumam ser bem baixos, pois existem poucas taxas obrigatórias.

No entanto, vendedores que optam mesmo pelos melhores programas de afiliados precisam estar cientes de que deverão se responsabilizar pelos custos de hospedagem do site e das estratégias de marketing.

Se analisarmos o modo como funciona o marketing de afiliados, veremos que os afiliados são responsáveis apenas por direcionar clientes em potencial até a marca responsável pelo programa de afiliados.

É um processo simples, e por isso mesmo sem grandes preocupações. Todo o processo de atendimento ao cliente, bem como as práticas de trocas e devoluções, fica por conta da marca.

Ambos têm suas vantagens

Apesar das diferenças, tanto o marketing para afiliados como os sites para dropshipping são excelentes canais para gerar tráfego relevante e excelentes campanhas de marketing.

É importante ressaltar que se você já possui um público-alvo fidelizado, não há motivo para não aproveitar e tentar lucrar um pouco mais. Há espaço para crescimento até mesmo no melhor programa de afiliados.

Vale lembrar ainda que montar uma loja virtual não é um bicho de sete cabeças. Você precisará apenas se concentrar nas descrições de produto e, claro, na escolha dos itens que deseja vender. Não se esqueça de dar um cuidado especial ao gerenciamento dos pedidos, às estratégias de marketing e aos canais de atendimento ao cliente.

Fala ai fi o que tu achou